Economia (16 de setembro de 2017)

Viçosa, 16 de setembro de 2017.

Economia

Henrique Meirelles afirma que a reforma da previdência é importante para o controle dos gastos no longo prazo.

O país está saindo da recessão, diz o ministro da fazenda.

As despesas de 2017 e 2018 estão dentro do teto.

É preciso aprovar a reforma da previdência, a longo prazo, porque a curto prazo ele é viável.

A (PEC)-> Proposta de Emenda á Constituíção do teto, disse que os gastos da União (Executivo, Legislativo e Judiciário e seus orgãos) não podem ser maiores que os gastos da inflação do ano anterior e no próximos 20 anos.

Se ouver a medida da reforma, as despesas primárias do governo, que é de 25,5% do PIB, em 2016, descontando o pagamento dos juros, cairia para 15,5%.

O ministro afirmou que a recuperação, ou saída da recessão, não decorre de fatores cíclicos ou externos”, e sim de medidas de controle fiscal feitos pelo governo.

O país está saindo da crise, disse o ministro henrique.

A inflação teve uma queda. Com isso, aumenta as compras, estabiliza expectativas, facilitação da economia e o Banco Central tem mais flexibilidade na política monetária.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More